Cabeçalho 1

21 de jul de 2009

"Duas meias polícias que se atrapalham"

Balestreri: 'Temos duas meias polícias que se atrapalham'

O título do post acima foi colocado no blog do jornalista Jorge Antonio Barros, de "O Globo", sobre entrevista com o secretário nacional de Segurança Publica, Ricardo Balestreri. O experiente repórter extraiu da autoridade uma argumentação que eu já tinha escrito por aqui, mas talvez não tenha me expressado tão bem por não ser especialista a área.

A declaração faz parte de uma série de entrevistas feita pelo blogueiro com o secretário.

Veja um trecho, abaixo, e leia e ouça a série de entrevistas aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui:


"Na última parte de sua entrevista ao blog, o secretário nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, defende a reforma das polícias. Ele está convencido de que cada uma delas - polícias civil e militar - precisam ter ciclos completos a partir do tipo de crime - da repressão à investigação.

- Temos aqui duas meias polícias que acabam se atrapalhando. O ideal é que tivéssemos uma Polícia Civil cuidando do ciclo completo para combater o crime organizado. Precisamos resgatar a Polícia Civil para a investigação. E transformar as polícias militares, que teriam também ciclos completos para cuidar do crime do dia a dia, no qual já é especialista - afirmou o secretário."