Cabeçalho 1

14 de jul de 2009

Governo perde a primeira

Pela primeira vez, a maioria governista na Assembleia Legislativa perde uma votação, ou melhor, uma quase votação. Para não votar o projeto que trata das atribuições dos agentes prisionais, que abre possibilidade para privatização do sistema prisional, a oposição obstruiu a votação, deixando de marcar presença no Plenário.

A bancada governista não conseguiu garantir o quórum. Faltava um nome. Atrasados, os deputados Antônio Aguiar (PMDB) e Serafim Venzon (PSDB) tentaram garantir a presença. O deputado Marcos Vieira também tentou garantir o voto dos atrasados.

Mas foi tarde demais. Passado o tempo regimental de consulta do quórum, o presidente Jorginho Mello (PSDB) encerrou a sessão dando uma bronca na turma:

"Temos que tratar o Parlamento com seriedade. A responsabilidade de cada deputado é estar no Plenário."

Amanhã, o tema volta à pauta. Mas vai disputar a atenção com os projetos de reajuste salarial da Polícia Militar e da educação.

Durante a verificação das presenças, um dos deputados clamava por outro: