Cabeçalho 1

22 de mar de 2011

Assistência psicológica para policiais e bombeiros

Enquanto os deputados Sargento Amauri Soares (PDT) e Nilson Gonçalves (PSDB) cobram do governo a criação de um setor de acompanhamento psicológico para policiais e bombeiro, o deputado Maurício Eskudlark (PSDB) informa que o serviço já existe na Polícia Civil.

Segundo Eskudlark, a psicologia foi instalada na Civil quando ele era o delegado geral e hoje tem mil atendimentos, em um universo de 3 mil policiais civis. "Um grande resultado", comemora. Qualquer sinal de nervosismo e depressão, informa, é motivo para atendimento.