Cabeçalho 1

13 de fev de 2011

Comissão de Segurança Pública politizada

Não é só a Secretaria de Estado da Segurança Pública que é infectada por interferências políticas. A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa também tem suas disputas político-partidárias.

Depois de fatiarem entre os partidos as presidências das comissões, a de Segurança Pública ficou em disputada entre dois deputados do PSDB: Marcos Vieira e Gilmar Knaesel - os dois não tem experiência na área. Vieira é advogado e servidor do Iprev, enquanto Knaesel tem formação em Administração e trabalhou como fiscal da Fazenda.


Os parlamentares, em um exercício de bom senso, poderiam escolher, entre seus pares, alguém da área. A Assembleia conta com o policial militar Sargento Amauri Soares (PDT) e o delegado Maurício Skurdlark (PSDB). Este último não pode ser presidente porque é suplente - a não ser que seja promovido uma reforma no Regimento Interno - , caso contrário, a presidência caberia mesmo ao Sargento Soares.