Cabeçalho 1

30 de jun de 2010

Em Joinville: PT x PT

O Sindicato dos Servidores de Joinville (Sinsej), com cerca de 1.300 servidores presentes em assembleia, decidiu entrar em greve a partir de 13 de julho, se não houver contraproposta da Prefeitura. Dirigido pela ala ideológica do PT (Esquerda Marxista), o sindicato está batendo de frente com prefeito petista Carlito Merss (PT), da ala moderada.

A situação vai respingar na candidatura de Ideli Salvatti, da mesma corrente pragmática de Carlito.

A expulsão do vereador Adilson Mariano, principal liderança da Esquerda Marxista na cidade e no Estado, está sendo cogitado pelo diretório joinvillense.

O Sinsej responde por uma base de cerca de 10 mil servidores.