Cabeçalho 1

15 de out de 2012

Servidores da saúde de Joinville realizam ato público

Os servidores estaduais da saúde, com a greve suspensa desde a semana passada, começam a realizar atividades de protesto nas unidade de saúde. Em Joinville, nesta segunda-feira, 15, os servidores realizam ato público de uma hora, das 13h às 14h, no Pronto-Socorro do Hospital Regional Hans Dieter Schmidt. As duas unidades do município participam da atividade e contam com reforço dos trabalhadores de Florianópolis. Na quarta-feira, 17, o ato público será realizado na Capital, a partir das 14h, na Praça Tancredo Neves, Centro.

A agenda de paralisações de uma hora, todos os dias, reforça a mobilização e o caráter temporário da suspensão da greve.


A greve dos servidores da saúde está suspensa até o dia 23 de outubro. Com o documento emitido pela Secretaria da Saúde, que pedia prazo de 15 dias para elaboração de uma proposta que atenda as reivindicações da categoria, os servidores aceitaram a pausa, mas continuam mobilizados aguardando o retorno do governo. “Estamos trabalhando na unidade da categoria, aproveitando este tempo para conversar com a população, esclarecer a situação da saúde, bem conhecida pelos usuários e pedindo o apoio. O momento é decisivo, a saúde está muito debilitada e precisa ser revitalizada, não há mais tempo a perder”, destaca Clausio Pedro Vitorino, diretor de imprensa do Sindsaúde.

Com informações de Luciana de Moraes, assessora de imprensa do Sindsaúde