Cabeçalho 1

13 de out de 2011

Comentário de leitor sobre carreira jurídica nas polícias

Pela qualidade do comentário de leitor(a) anônimo(a) sobre o último post (Cúpulas brigam por carreira jurídica. Base quer salário), trago para cá:

Carreira jurídica? O Brasil não perde esta cultura elitista e bacharelesca dentro das polícias. O conhecimento dentro das polícias é multidisciplinar. Talvez um estudo sobre as carreiras dentro das policia modernas, principalmente na Europa, mostraria que a preocupação dos dirigentes policiais é com o estudo da criminologia e outros ramos da ciência. Aqui para ser chefe tem que ter formação jurídica, não há gestão do conhecimento e nem a valorização dos praças e agentes com outras formações, somente a mão de obra qualificada e barata. A gestão por competência através de uma carreira única, com somente uma porta de entrada então nem se fala... Vamos deixar carreira jurídica para juízes e promotores, estes sim pela função que exercem tem que ter o pleno conhecimento e o domínio do direito. Para nós policiais a preocupação é o combate ao crime com o conhecimento interdisciplinar e uma carreira pautada na competência onde fiquem bem definidas as atribuições e a valorização pela complexidade e responsabilidade da função exercida. PARA NÓS SIMPLES MORTAIS, BASTA O CUMPRIMENTO DA LEI 254 ONDE O MAIOR SALÁRIO NÃO PODE SER SUPERIOR A QUATRO VEZES O MENOR SALÁRIO OU 4X1, INCLUINDO OS ABONOS DE R$ 2000 PARA AS AUTORIDADES E LONGE DA PROPORÇÃO APLICADA DOS R$ 250,00 PARA PRAÇAS E AGENTES. Memória curta é fosfosol...