Cabeçalho 1

14 de jun de 2010

Luiz Henrique está com a bola

Divulgação Alesc

Com a decisão de abrir mão da candidatura própria, Eduardo Pinho Moreira (na foto, em segundo plano) fica destinado a ser eternamente o vice. Ou Pinho Moreira está fazendo um tremendo blefe, apostando ser vitorioso na convenção do PMDB, ou está jogando fora tudo o que disse nos últimos meses.

A decisão fortalece o projeto pessoal do ex-governador Luiz Henrique da Silveira (em primeiro plano), que quer ser ungido o único candidato ao Senado do PMDB. Mais: o maior partido do Estado vai entrar na campanha desagregado e com as bases puxando votos para a Ideli Salvatti (PT).

O também ex-governador Paulo Afonso (PMDB), pré-candidato ao Senado, promete não abrir mão da disputa com seu correligionário.

Cotovelada

É comum ver no futebol americano uma metáfora para a guerra e para a disputa eleitoral. No jogo, uma linha de frente de pesos pesados se move para trás e para a frente ao longo do campo, separando as equipes de ataque e defesa.

Para o ataque, é importante desencadear jogadas variadas de corrida e de passe com o objetivo de deixar a defesa incerta quanto à jogada seguinte.

É assim que caminha a política catarinense ultimamente. Gorilas de todos os lados se acotovelando. E, agora, é Luiz Henrique quem está com a bola.