Cabeçalho 1

27 de nov de 2009

Servidores da saúde conquistam reajuste e suspendem greve

A assembleia dos servidores da saúde aprovou, no final da tarde de sexta-feira (27), a última proposta da Secretaria da Saúde de reajuste através de abono e suspenderam o estado de greve. A oferta de incremento salarial de duas parcelas de 8,38 % (janeiro e maio de 2010) sobre o vencimento básico foi negociada com o comando de greve e representantes do Sindicato dos Servidores da Saúde (Sindsaúde). O aumento não vai surtir efeito sobre os adicionais, como tempo de serviço e insalubridade, mas vai ser descontado nos impostos de renda e previdenciários.

No próximo ano, a categoria vai continuar a mobilização para incorporar o abono ao salário.