Cabeçalho 1

15 de dez de 2009

Despenca gastos na segurança pública

O parecer prévio sobre as constas prestadas pelo governo do Estado, assinado pelo conselheiro Salomção Ribas Junior, apresentou uma situação grave para a segurança pública catarinense. Houve uma redução de 84,38% no investimento na área entre 2007 e 2008. Enquanto que em 2007 o Estado investiu mais R$ 1 bilhão, em 2008, o gasto foi de apenas R$ 170 milhões. Confira o texto do relatório e o gráfico, abaixo:
A segurança pública também apresentou dados que chamam a atenção, sobretudo no valor contabilizado nessa função, em 2008. De acordo com os números oficiais do Estado, essa função de governo recebeu, em 2008, aplicação de recursos no montante de R$ 169.911.094,00 (cento e sessenta e nove milhões, novecentos e onze mil e noventa e quatro reais), equivalentes a 1,61% (um vírgula sessenta e um por cento) do total das despesas orçamentárias do Estado. Ocorre que, em relação a 2007, tal valor representa uma queda de 84,38% (oitenta e quatro vírgula trinta e oito por cento), haja vista que, neste ano, foram aplicados R$ 1.087.996.632,00 (um bilhão, oitenta e sete milhões, novecentos e noventa e seis mil, seiscentos e trinta e dois reais).
(...)
Verifica-se que, além do destoante valor contabilizado em 2008 já mencionado, nos últimos anos o Estado vem apresentado oscilações na aplicação de recursos na segurança pública, não logrando êxito em manter – inclusive em proporção ao crescimento da sua receita – uma evolução anual positiva destes gastos, que correspondem à atuação estatal num dos maiores problemas enfrentados atualmente, não só em Santa Catarina, mas em todas as sociedades, no Brasil e no mundo.